Nesse artigo iremos falar sobre a história de Jesus respondendo perguntas básicas sobre sua vida.

1. Onde Jesus morava quando criança e quando adulto? E com quem?

Nasceu em Belém (Mt 2:1) e morou quando criança com os pais no Egito (Mt 2:13-15). Depois foi para Nazaré (Mt 2:19-23; Lc4:16). Quando adulto morou em Cafarnaum (Mt 4:13; Mc 2:1).

2. Quem sustentava Jesus quando adulto?

As mulheres convertidas que o serviam com seus bens (Lc 8:1-3).

3. Como, onde e com quem Jesus se alimentava?

Geralmente com os discípulos e com quem o convidasse. Em sua própria casa (Mt 9:10,11) com publicanos e pecadores. Com os discípulos (Lc 22:8-13) por ocasião da Páscoa. Na casa de Zaqueu, onde Ele mesmo se convidou (Lc 19:5,6), na casa de Marta, Maria e Lázaro (Lc 10:38). Na casa de Levi que lhe ofereceu um grande banquete (Lc 5:27-29). Na casa de Simão, o fariseu (Lc 7:36).

Por muitas ocasiões Jesus mal conseguia comer por causa da multidão que sempre solicitava alguma coisa (Mc 3:20; 6:31-32).

4. Como Jesus tratava seus pais e como era visto pelas pessoas?

Era submisso a eles e todos gostavam dele e o admiravam. (Lc 2:40,47-52)

5. O que Jesus teve que fazer para começar seu ministério e que idade tinha?

Antes de começar seu ministério, Jesus se batizou nas águas e no Espírito Santo e jejuou 40 dias (Lc 3:21-23; 4:1,2; Mt 3:13; 4:1,2).  Sua idade quando começou era de mais ou menos 30 anos (Lc 3:23).

6. Como Ele tratava as pessoas em geral?

Sempre as recebia, compadecendo-se delas; ensinava, confortava e curava. Elogiava as pessoas que tinham fé Nele (Lc 7:9,13,210. Perdoava seus pecados (Lc 7:44-50). Dava atenção aos excluídos (obs: mulheres e samaritanos eram excluídos pelos judeus) (Jo 4:7-9).   Respondia com sabedoria e autoridade aos que o contradiziam (Jo 5:39-47).

7. Como Ele tratava as crianças?

Jesus as tratava bem, pegava no colo e as abençoava, mostrando a importância que tinham no Reino de Deus (Mc 10:13-16).

8. Como Ele tratava os discípulos?

Como um pai e amigo (Jo 15:15). Dava palavras de ânimo (Lc 5:8-10; Mc 6:50,51; Jo 14:1,27). Ensinava coisas a eles que não dizia à multidão (Lc 6:20; Mt 5:1,2; 11:1; 4:10-12). Às vezes, Jesus revelava-lhes coisas sobre Si mesmo que não dizia a mais ninguém (Mt 17:1,9). Se preocupava com a saúde deles e procurava estar com eles a sós (Mc 3:7-9; 6:30-32,45; Mt 8:18). Repartia com eles sua preocupação pelas outras pessoas (Mt 15:32).

9. Quem era a família de Jesus?

Sua mãe Maria, 4 irmãos e várias irmãs (Mt 13:55,56; Mc 6:3).

José, o pai adotivo (Lc 3:23).

Isabel, parenta de Maria, portanto também parente de Jesus, mas a Bíblia não diz qual o grau de parentesco.

Salomé, irmã de Maria, mãe de Jesus, mulher de Zebedeu, foram tios de Jesus (Jo 19:25; Mt 27:56; Mc 15:40) sendo então que os filhos deste casal (Tiago e João) eram primos de Jesus (Mc 3:17). Os mesmos que eram seus discípulos.

10. A família de Jesus cria no que Ele pregava?

A sua mãe, sim (Jo 2:1-5). Os demais, no início não creram (Jo 7:3-5; Mc 3:20,21).

11. Jesus trabalhava antes de começar seu ministério?

Sim, como carpinteiro. Conforme o costume daquele tempo, os pais ensinavam sua profissão aos filhos. Então Jesus exercia o mesmo ofício de José, seu pai adotivo, por mais ou menos 18 anos (dos 13, quando o menino era considerado adulto, até os 30 anos). (Mc 6:3).

12. Como Ele agia quando realizava os milagres?

Era discreto e pedia às pessoas que não contassem o que Ele tinha feito (Mt 8:3,4; 9:27).Jesus não procurava “aparecer” nem chamar a atenção por 2 motivos: para se cumprir a Escritura a respeito Dele (Mt 12:15-21)  e para que o povo não o impedisse de ir a todos os lugares onde tinha que proclamar o Evangelho (Lc 4:42,43).

13. Como as pessoas reagiam diante dos milagres Dele?

Alguns glorificavam a Deus. Ex.: o cego de Jericó (Lc 18:41-43). Outros se mostravam ingratos. Ex.: os 10 leprosos (Lc 17:12-18).

Outros não acreditavam que fosse um milagre. Ex.: os fariseus quando Jesus curou o  cego de nascença (Jo 9:1-3,6,7,15,16, 18,24-28).

Outros o serviam (Mt 8:14,15).  Ficavam admirados e maravilhados (Lc 4:36; Mt 8:26,27; Lc 4:32). Procuravam tocá-lo (Lc 6:19). Ficavam atônitos, desnorteados (Lc 5:26). Outros ficavam com medo e dominados de terror (Lc 8:35-37). Ficavam enfurecidos (Lc 6:7-11). Os principais sacerdotes e fariseus queriam matá-lo (Jo 11:47,48,53). Os sacerdotes queriam matar até Lázaro a quem Jesus tinha ressuscitado (Jo 12:10,11).

14. Quem eram os amigos e os inimigos de Jesus?

Amigos: os discípulos (Jo 15:15); Maria, Marta e Lázaro (Jo 11:1-5). Jesus tinha 3 amigos mais chegados que eram Pedro, Tiago e João (Mt 17:1-9; Mc 5:37; 14:33,34; Mt 20:20-24). Eles eram bem ousados com Jesus (em termos de intimidade no relacionamento) (Mc 10:35-41; Mt 14:25-32).

Inimigos: os judeus religiosos (Jo 5:15-18; 7:1). Os principais líderes religiosos, sacerdotes e escribas (Lc 19:47).

15. Jesus se irritava com alguém? Por que?

Com os escribas e fariseus porque eram hipócritas, aqueles que conheciam a lei de Deus, mas não a praticavam e criticavam os outros (Mt 23:13,29-33). Com os vendedores no Templo porque estavam explorando o povo que ira adorar a Deus com seus sacrifícios. Os sacerdotes não aceitavam os animais que o povo trazia para sacrificar e mandavam que comprassem com os vendedores dali, que cobravam muito mais. Também o povo era obrigado a trocar o dinheiro que trazia como oferta por outra moeda e também eram explorados nisso. Jesus se irritou profundamente com isso. Jesus fez um chicote de cordas e saiu atrás dos vendedores e cambistas, expulsando homens e animais, virando mesas e derramando o dinheiro dos cambistas pelo chão (Mc 11:15-18; Jo 2:14-16).

16. Jesus mostrava suas emoções? Quando?

  • Comoveu-se e chorou vendo o sofrimento de Maria e dos judeus quando Lázaro morreu (Jo 11:33-38).
  • Condoeu-se com o homem da mão ressequida e indignou-se com os fariseus por causa de seus corações endurecidos (Mc 3:1-5).
  • Teve compaixão das multidões que o seguiam (Mt 9:36).
  • Sentiu pavor, angústia e profunda tristeza quando estava prestes a ser preso (Mc 14:33-35).
  • Ficou decepcionado com Pedro por dormir na hora em que Jesus precisava dele (Mc 14:37,41).
  • Se compadeceu de uma viúva durante o enterro do filho dela. (Lc 7:12,13).
  • Chorou por causa da incredulidade de Jerusalém (Lc 19:41-44).
  • Se compadeceu profundamente com um leproso (Mc 1:40,41).
  • Admirou-se da incredulidade dos nazarenos  e da fé de um centurião (chefe de cem soldados) (Mt 6:1-6; 8:10).
  • Teve compaixão da multidão que estava com Ele (Mc 8:1-3).
  • Exultou, isto é, encheu-se de muita alegria (Lc 10:21-24).

17. Onde Jesus costumava ensinar?

Por toda parte (At 10:38).  No templo (Lc 20:1). Nas cidades (Mt 11:1; Lc 8:1). Nas sinagogas (Mt 4:23). Na terra da Judéia (Jo 3:22; 4:1,2). No monte (Mt 5:1). No barco (Lc 5:3). À beira-mar (Mt 4:1).

18. Como Jesus agia em relação a expulsão de demônios?

Ele não deixava que os demônios falassem (Lc 4:33-35,41; Mc 3:11,12).

Curiosidades:

Por causa da multidão que queria tocá-lo, Jesus pediu aos discípulos que sempre tivessem pronto um barquinho para não ser comprimido (Mc 3:9,10).

A pecadora que ungiu os pés de Jesus, lavou-os com suas lágrimas e enxugou com seus cabelos não era Maria Madalena. Era Maria, irmã de Lázaro. Ela fez isso duas vezes. Em Betânia, na casa de Simão, depois da ressurreição de Lázaro (Lc 7:36-50; Mc 14:3-6; Jo 11:1,2). Nas duas vezes foi criticada por seu gesto (Jo 12:18; Mt 26:6-13).

Sobre Maria Madalena, a Bíblia traz informações de que dela foram expulsos 7 demônios (Lc 8:2). Foi a primeira pessoa que viu Jesus ressuscitado (Mc 16:9-11; Jo 20:1-18). Foi uma das Marias que estavam no sepultamento de Jesus (Mt 27:60,61; Mc 15:46,47;  16:1-9) e que foi ao túmulo para embalsamá-lo. Também foi a primeira a contar aos discípulos sobre a ressurreição de Jesus (Jo 20:18; Mc 16:9-11).

Por Mauro Fraga

Leia também: