História

assembleia de deusNa data de 1º de janeiro de 1901, em uma reunião de oração no Colégio Bíblico Betel, situado no Kansas, Estados Unidos, iniciou-se um movimento espiritual, quando os membros presentes foram batizados no Espírito Santo, manifestando o dom de línguas e profecia. Esses irmãos chegaram à conclusão de que isso era um sinal de que as profecias do Pentecoste eram para os dias de hoje. Esse fato se espalhou rapidamente.

Tempos depois, um pregador chamado William J.Seymour passou a pregar sobre o batismo no Espírito Santo na cidade de Los Angeles, para onde se mudou, provocando o chamado “Avivamento da Rua Azuza” em 1906.

Esse foi o primeiro movimento pentecostal significativo que passou a atrair pessoas em todo mundo, e a imprensa de Los Angeles, bastante interessada no fato,  ajudou a fomentar seu crescimento.

Vários grupos passaram a surgr após os acontecimentos deste evento. Logo, a passagem do livro de Atos que cita a mensagem do profeta Joel, era anunciada como sendo cumprida naqueles dias, e juntamente com isso, passou-se  a dar forte ênfase à segunda vinda de Cristo. Essa mensagem começou a se espalhar pelo mundo através dos missionários internacionais.

Entre 2 a 7 de abril de 1914, o Rev. E. N. Bell, com o auxílio de vários outros líderes, resolveram convocar uma convenção na cidade de Hot Springs no Arkansas, fazendo surgir dalí, o nome Assembleia de Deus, pela primeira vez. Em  consequência disso, quase 500 ministros aderiram ao evento, criando o General Council of the Assemblies of God (Concílio Geral das Assembleias de Deus).  Mais tarde, a sede foi transferida para Springfield, Missouri, onde  foi realizada a Declaração das Verdades Fundamentais, que é compartilhada com a maior parte das Assembleias de Deus espalhadas em todo o mundo até hoje.

Chegada ao Brasil

No Brasil, esse Avivamento foi trazido pelos missionários suecos chamados Gunnar Vingren e Daniel Berg que chegaram em Belém, capital do Pará, em 19 de novembro de 1910, enviados pela Igreja Batista nos Estados Unidos.  Logo no início, eles passaram a falar sobre o batismo no Espírito Santo, com a manifestação do dom de línguas, o que trouxe muita divergência. Enquanto vários aderiam, outros rejeitavam tal ensino, fazendo com que os adeptos da nova doutrina fossem desligados da congregação batista em 1911, levando-os, juntamente com outros missionários estrangeiros, a fundar o que chamaram de “Missão de Fé Apostólica”, mesmo nome dado ao movimento pentecostal da Rua Azuza em Los Angeles.

Sete meses depois, em 1918, Gunnar Vingren sugeriu mudar o nome para “Assembléia de Deus” que era o nome já utilizado pelo movimento nos Estados Unidos desde 1914. A partir do estado do Pará, as pequenas congregações da Assembléia de Deus alcançaram o Amazonas e daí para o Nordeste, onde foi se espalhando principalmente, entre a população mais pobre. Em 1922, chegaram no Sudeste do Brasil através de famílias retirantes vindas do Pará, que iam estabelecendo a nova denominação por onde passavam até chegar no Rio de Janeiro onde recebeu novo impulso com a mudança de Gunnar Vingren para a capital da República em 1924.

Na data de  15 de novembro de 1927, Daniel Berg e sua esposa Sara, desembarcam na cidade de São Paulo e participam de um culto juntamente com outro casal de missionários suecos, Simon Lundgren e Linnea Lundgren. Esse evento veio a se tornar a data oficial da fundação da igreja.

A partir de 1930, a Assembleia de Deus passou a ter autonomia, sendo administrada somente por pastores brasileiros, sem no entanto deixar seus vínculos fraternos com a igreja na Suécia.

Sua doutrina

Algumas  verdades fundamentais das Assembleias de Deus, conforme sua crença, compreendem que:

  1. A Biblia é inspirada por Deus e a única lei infalível de vida para o cristão
  2. Há somente um Deus que subsiste em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo
  3. Jesus Cristo, nasceu de uma virgem, teve morte expiatória, ressuscitou e ascendeu ao céu sendo exaltado
  4. O pecado separou o ser humano de Deus e essa condição só pode ser mudada pelo arrependimento e fé em Jesus Cristo
  5. O homem pode ser salvo
  6. O batismo nas águas e a santa comunhão são ordenanças
  7. O batismo no Espírito Santo é uma promessa
  8. A evidência do batismo no Espírito Santo
  9. A santificação por meio de Jesus
  10. A missão da igreja como Corpo de Cristo é evangelizar o mundo
  11. A cura divina
  12. O arrebatamento dos fiéis a Deus
  13. O reino milenar de Cristo
  14. O juizo final de toda criatura
  15. Novos céus e nova terra

Na última década, tem havido várias mudanças nos usos e costumes da igreja. Até a algum tempo, a vestimenta, cabelo e maquiagem das mulheres era muito restrita e do mesmo modo, para os homens, que deveriam comparecer aos eventos da igreja de terno, com certos tipos de corte de cabelo e questões sobre a barba.. Porém, no entendimento de que isso era mais um costume que uma doutrina, deram mais liberdade aos seus membros, recomendando somente a modéstia e bom senso.

Hoje, as Assembleias de Deus fazem parte, inclusive, do cenário político, tendo vários representantes no Congresso Nacional. Elas atingiram todas as camadas da sociedade trabalhando em grande escala para mudar o mundo pelo Evangelho de Jesus Cristo, chegando ao seu centenário em franca expansão através do forte trabalho missionário em todo o globo.

Conheça também outras igrejas evangélicas.

Voltar para Pregações evangélicas